Webinar « Etnografia em serviços de saúde : Passado, presente e futuro », Projecto ETHICHO (CICS.NOVA), 16-24/06/2020 | David Monteiro (GEACC / IPPortalegre) & Tânia Pinto (GEACC), « Etnografando a intervenção em cuidados paliativos em meio hospitalar e comunitário »

David Monteiro & Tânia Pinto – Webinar Projecto ETHICHO [Clicar para ampliar]

David Monteiro e Tânia Pinto participaram no webinar “Etnografia em serviços de saúde: passado, presente e futuro, organizado pelo Projecto ETHICHO e realizado entre os dias 16 e 24 de Junho de 2020 em suporte digital, com uma apresentação (em co-autoria com Oriana Raínho Brás e Tatiana Mestre) intitulada “Etnografando a intervenção em cuidados paliativos em meio hospitalar e comunitário”.

Ref. | Monteiro, D. et al. (2020) ‘Etnografando a intervenção em cuidados paliativos em meio hospitalar e comunitário’, in. Webinar « Etnografia em serviços de saúde : Passado, presente e futuro » (Projecto ETHICHO), Online: CICS.NOVA – FCT. Available at: https://fb.watch/2pR68PK3-X/.


Michel G. J. Binet

Professeur Universitaire à l’ISSSL-UL (Instituto Superior de Serviço Social de Lisboa – Universidade Lusíada) - Chercheur en Travail social - Docteur en Anthropologie - Analyste de Conversation - Coord. do Lab•FEACC - Chercheur Associé ADAC - Consultant - Formateur - Traducteur (portugais-français) - Membre du Conseil du GIS Hybrida-IS, Groupement d'Intérêt Scientifique en Travail social

More Posts


OpenEdition sugere que esta publicação seja citada da seguinte forma:
Michel G. J. Binet (25 de Maio de 2020). Webinar « Etnografia em serviços de saúde : Passado, presente e futuro », Projecto ETHICHO (CICS.NOVA), 16-24/06/2020 | David Monteiro (GEACC / IPPortalegre) & Tânia Pinto (GEACC), « Etnografando a intervenção em cuidados paliativos em meio hospitalar e comunitário ». Lab•FEACC. Recuperado em 13 de Julho de 2024 de https://doi.org/10.58079/oy4a


Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.