Arquivo de etiquetas: Actualités

Webinar « Etnografia em serviços de saúde : Passado, presente e futuro », Projecto ETHICHO (CICS.NOVA), 16-24/06/2020 | David Monteiro (GEACC / IPPortalegre) & Tânia Pinto (GEACC), « Etnografando a intervenção em cuidados paliativos em meio hospitalar e comunitário »

David Monteiro & Tânia Pinto – Webinar Projecto ETHICHO [Clicar para ampliar]

David Monteiro e Tânia Pinto participaram no webinar “Etnografia em serviços de saúde: passado, presente e futuro, organizado pelo Projecto ETHICHO e realizado entre os dias 16 e 24 de Junho de 2020 em suporte digital, com uma apresentação (em co-autoria com Oriana Raínho Brás e Tatiana Mestre) intitulada “Etnografando a intervenção em cuidados paliativos em meio hospitalar e comunitário”.

Ref. | Monteiro, D. et al. (2020) ‘Etnografando a intervenção em cuidados paliativos em meio hospitalar e comunitário’, in. Webinar « Etnografia em serviços de saúde : Passado, presente e futuro » (Projecto ETHICHO), Online: CICS.NOVA – FCT. Available at: https://fb.watch/2pR68PK3-X/.


Michel G. J. Binet

Professeur Universitaire à l’ISSSL-ULL (Instituto Superior de Serviço Social de Lisboa – Universidade Lusíada de Lisboa) - Chercheur en Travail social - Docteur en Anthropologie - Analyste de Conversation - Membre du Conseil du GIS Hybrida-IS, Groupement d'Intérêt Scientifique en Travail social

More Posts

Participation du GEACC dans les 4èmes Rencontres du Réseau ForPro « Formation Professionnelle et Langage » (Genève, 12-13 Septembre 2019)

ForPro 2019

4ÈMES RENCONTRES DU RÉSEAU « FORMATION PROFESSIONNELLE ET LANGAGE »

CONCEVOIR DES DISPOSITIFS DE FORMATION PROFESSIONNELLE

ARTICULATION(S) ENTRE RECHERCHE ET FORMATION

Org.

Équipe de Recherche

« Interaction & Formation »

Cliquer pour en savoir plus

OBJECTIFS

Formation et recherche peuvent s’articuler de multiples façons. Quels sont les liens entre formation et recherche lors de la conception de dispositifs de formation ? Comment les ressources sémiotiques s’inscrivent-elles dans le processus de conception ? Le travail de conception s’accomplit à travers des pratiques concrètes, réalisées par les chercheurs/formateurs à partir d’ancrages théoriques et méthodologiques différents et dans des terrains d’étude singuliers. Concevoir des dispositifs de formation peut se réaliser en tant que qu’étape clairement délimitée ou s’imbriquer comme ingrédient d’un processus de formation/recherche à travers une conception-en-acte. Le workshop se propose d’explorer la notion de conception, au carrefour entre recherche et formation.


Jeudi, 12 septembre 2019, 15h00 – 16h00

Interventions invitées

Michel G. J. Binet (CLISSIS-GEACC / ISSSL-ULL // ESECS-IPP, Portalegre, Portugal)  | Ethnométhodologie et hybridité des dispositifs de recherche et de formation mobilisant l’autoconfrontation: Un modèle d’“orientation mutuelle” de thèses dans la recherche praticienne en travail social

Dominique Trébert (HES.SO/EESP Lausanne) | Dimensions collectives de l’accompagnement en formation : analyse de l’activité des praticien-ne-s formateurs-trices (social et santé) et conception de modules de formation continue


HORAIRE ET LIEU

Jeudi, 12 septembre 2019 de 8h30 à 18h00

Vendredi, 13 septembre 2019, de 9h00 à 16h00

Uni Mail | Salle MR150

40, boul. du Pont d’Arve, 1211 Genève


Para saber mais (Desdobrável) –> Link

Inscrições online –> Link


Michel G. J. Binet

Professeur Universitaire à l’ISSSL-ULL (Instituto Superior de Serviço Social de Lisboa – Universidade Lusíada de Lisboa) - Chercheur en Travail social - Docteur en Anthropologie - Analyste de Conversation - Membre du Conseil du GIS Hybrida-IS, Groupement d'Intérêt Scientifique en Travail social

More Posts

Encontro GEACC com Srikant Sarangi & Maria do Carmo Leite de Oliveira : « Atualidade e Aplicações dos Estudos da Linguagem nas áreas do social e da saúde » | 10/07/2019, 10h-17h, ISSSL-ULL, Sala 8E

Encontro GEACC

com

Srikant Sarangi

&

Maria do Carmo Leite de Oliveira

« Atualidade e Aplicações dos Estudos da Linguagem nas áreas do social e da saúde »

_________________

ISSSL-ULL | Instituto Superior de Serviço Social de Lisboa da Universidade Lusíada de Lisboa

10/07/2019 | 10h-17h | Sala 8E

Rua da Junqueira, 188-198, 1349-001 Lisboa
Localização | Mapa

Isabel de Sousa – Michel Binet – David Monteiro – Tânia Pinto – Maria do Carmo Leite de Oliveira – Srikant Sarangi

APRESENTAÇÃO

Grupo de Investigação do Centro Lusíada de Investigação em Serviço Social e Intervenção Social (CLISSIS), o GEACC singulariza-se na área da investigação em Serviço Social pelo facto de promover e aprofundar de modo continuado o dialogo interdisciplinar entre o Serviço Social e os Estudos da Linguagem, ao abrigo de uma abordagem teórico-metodológica precisa: a Análise Conversacional Etnometodológica.

Este dialogo é promovido, nomeadamente, pela organização de Encontros com linguistas e estudiosos da comunicação. Assim, é a segunda vez que o GEACC tem o prazer e o privilégio de promover um Encontro com Maria do Carmo Leite de Oliveira (PUC-Rio), que contará também com a presença e a participação de outro convidado de renome internacional: Srikant Sarangi (Aalborg University).

Este Encontro, de acesso livre, constituirá uma oportunidade de acompanhar a atualidade da investigação aplicada na interface do Serviço Social e dos Estudos da Linguagem, com especial interesse pela área da saúde, nos planos nacional e internacional.


PROGRAMA do ENCONTRO

10h-10h30 – Michel Binet (ESECS-IPP / ISSSL-ULL – CLISSIS – GEACC (Coord.)) | Abertura dos trabalhos: Breve Apresentação do GEACC, Grupo de Investigação do CLISSIS, seguida de uma exposição introdutória sobre o tema do Seminário

10h30-11h – Ronda de apresentações mútuas

11h-11h30 – Srikant Sarangi (Aalborg University, Denmark) | Communication ethics in healthcare encounters

11h30-12h – Discussão em torno de Srikant Sarangi e da sua comunicação

12h-12h30 – David Monteiro (Doutorando na Université de Bâle / CLISSIS – GEACC) | Conversational closings in Portuguese Social Work encounters: A multimodal approach

12h30-13h – Discussão em torno de David Monteiro e da sua comunicação

13h-14h30 – Almoço

14h30-15h – Michel Binet (CLISSIS – GEACC) & Tânia Pinto (Mestranda no ISSSL-ULL / CLISSIS – GEACC) | Saberes profissionais e Saberes académicos na área do Serviço Social hospitalar : Co-construção e valorização mútua em sede de orientação de uma Dissertação de Mestrado em Serviço Social

15h-15h30 – Discussão em torno de Michel Binet & Tânia Pinto e da sua comunicação conjunta

15h30-16h – Maria do Carmo Leite de Oliveira (PUC-Rio) | Applied Linguistics and Consulting

16h-16h30 – Discussão em torno de Maria do Carmo Leite de Oliveira e da sua comunicação

16h30-16h45 – Maria do Carmo Leite de Oliveira & Michel Binet | Breve apresentação da Tese de doutoramento defendida por Carla Mirelle Matos Lisboa (PUC-Rio / CLISSIS – GEACC)

16h45-17h – Michel Binet | Encerramento dos trabalhos

17h-17h30 – Café de confraternização de membros do GEACC (David Monteiro – Isabel de Sousa – Michel Binet – Tânia Pinto) com Maria do Carmo Leite de Oliveira & Srikant Sarangi

Michel G. J. Binet

Professeur Universitaire à l’ISSSL-ULL (Instituto Superior de Serviço Social de Lisboa – Universidade Lusíada de Lisboa) - Chercheur en Travail social - Docteur en Anthropologie - Analyste de Conversation - Membre du Conseil du GIS Hybrida-IS, Groupement d'Intérêt Scientifique en Travail social

More Posts

Seminário Internacional CLISSIS « A Humanização das relações de serviço nas áreas do social e da saúde : Contribuições da Análise Conversacional » 15 de Maio de 2019, ISSSL-ULL

Seminário Internacional CLISSIS

 

A Humanização das relações de serviço nas áreas do social e da saúde

Contribuições da Análise Conversacional

 

Org.

GEACC | Grupo de Etnometodologia e Análise Conversacional da Clusividade social

Grupo de Investigação do CLISSIS

APRESENTAÇÃO

Este Seminário Internacional promovido por um dos Grupos de Investigação do CLISSIS, o GEACC, oferece aos profissionais, investigadores, docentes e estudantes das áreas do social e da saúde a oportunidade de contactar e conhecer pesquisas desenvolvidas em Portugal e no Brasil que efetuam análises das práticas ao abrigo do paradigma teórico-metodológico da Análise Conversacional etnometodológica (ACE).

Assentes em corpus de gravações e/ou de filmagens dos agires profissionais, a ACE é uma metodologia de investigação qualitativa que proporciona descrições extremamente detalhadas e análises muito precisas das práticas profissionais, potenciando uma base muito sólida para a explicitação e formalização dos saberes mobilizados e contruídos na ação pelos profissionais, mediante metodologias de autoconfronto e de co-análise das práticas, que permitem aos profissionais de participar ativamente numa produção conjunta de conhecimentos na sua própria área de trabalho, na qualidade de co-investigadores.

O Seminário, que contará com a presença e participação de Ana Cristina Ostermann (Unisinos), Doutora em Linguística, Vice-Presidente da International Society for Conversation Analysis (ISCA) e será o palco de uma apresentação do Projeto ETIC (Coord. Alexandre Martins & Coord. Adj. Michel Binet), permitirá aos profissionais, estudantes e investigadores interessados de descobrir como a atenção analítica prestada aos quadros interacionais das práticas profissionais (atendimentos sociais, consultas de saúde, reuniões de equipa, etc.) pode contribuir para uma humanização das relações de trabalho e de serviço com utentes e doentes.

Uma mesa redonda proporcionará uma oportunidade única de diálogo interdisciplinar sobre as contribuições da ACE nas investigações desenvolvidas em várias áreas disciplinares : Etnografia, Linguística, Serviço Social e Sociologia.

Michel G. J. Binet, Coord. do GEACC


«(…) discutem-se como as questões normalmente entendidas como de ordem macro, em especial gênero, poder e políticas públicas (…), tomam forma nas práticas interacionais em nível mais micro: o da interação e das relações interpessoais propriamente ditas»(Ostermann & Meneghel, 2012: 17).

Ostermann, A. C. and Meneghel, S. N. (2012) ‘Humanização, Gênero e Poder nos atendimentos à saúde: possibilidades que se apresentam a partir dos estudos de fala-em-interação’, In Humanização Gênero Poder: Contribuições dos estudos de fala-em-interação para a atenção à saúde. Campinas, SP / Rio de Janeiro: Mercado de Letras / Fiocruz, pp. 11–31.

Divulgar a Análise Conversacional etnometodológica: Exemplo de uma Oficina da Profª. Doutora Ana Cristina Ostermann
Para saber mais (Recensão do Livro) : Link

Ostermann, A. C. & Meneghel, S. N. (eds) (2012) Humanização Gênero Poder: Contribuições dos estudos de fala-em-interação para a atenção à saúde. Campinas, SP / Rio de Janeiro: Mercado de Letras / Fiocruz.

 


4ª-feira, dia 15 de Maio de 2019, Auditório 1

Local | ISSSL-ULLInstituto Superior de Serviço Social de Lisboa da Universidade Lusíada de Lisboa

Rua da Junqueira, 188-198, 1349-001 Lisboa

Universidade Lusíada de Lisboa

PROGRAMA

Página (Inscrições) | Link

9h15-9h45, Inscrições e Entregas das pastas

9h45-10h15 | Mesa de Abertura

Duarte Vilar, Diretor do CLISSIS & Diretor do ISSSL-ULL

Michel Binet, CLISSIS – GEACC (IR) & ISSSL-ULL / ESECS-IPP

Ana Cristina Ostermann, UNISINOS & ISCA

Michel Binet – Duarte Vilar – Ana Cristina Ostermann

10h15-11h15 | Conferência de Abertura

« A Humanização das relações na área da saúde: Contribuições dos estudos da fala-em-interação »

Ana Cristina Ostermann, UNISINOS

Vice-Presidente da International Society for Conversation Analysis (ISCA)

Grupo de pesquisa « Fala em Interação » (FeI) – Unisinos
Ana Cristina Ostermann

11h15-11h30, Pausa Café

11h30-13h | Painel

Projeto ETIC (End-of-Life Trajectories In Care)

Gerindo trajectórias de final de vida em cuidados paliativos

FCT | PTDC/SOC-SOC/30092/2017

11h30-12h, Conferência de Apresentação « O Desenho do Projeto ETIC (End-of-Life Trajectories In Care): Contribuições da Análise Conversacional » | Michel Binet, CLISSIS – GEACC (IR) & ISSSL-ULL / ESECS-IPP & Catarina Delaunay, CICS.NOVA

12h-12h20, Comunicação « A gestão interaccional da atenção ao utente: exemplos de um corpus video de atendimentos de Serviço Social » | David Monteiro, CLISSIS – GEACC & Instituto Politécnico de Portalegre / University of Basel

12h20-12h40, Comunicação « Autoconfronto, reflexividade e atenção aos detalhes das práticas: a Humanização-em-acto no Serviço Social em meio hospitalar » | Tânia Pinto, CLISSIS – GEACC & CHLO, Mestranda em Serviço Social no ISSSL-ULL & Michel Binet, CLISSIS – GEACC (IR) & ISSSL-ULL / ESECS-IPP

12h40-13h, Debate/Discussão

________

Moderação: Berta Granja, CLISSIS & ISSSP

Catarina Delaunay – David Monteiro – Michel Binet – Berta Granja – Tânia Pinto

13h-14h30, Almoço

14h30-15h | Conferência

« Serviço Social e Humanização pela escuta ativa dos atendimentos sociais »

Isabel de Sousa, CLISSIS – GEACC & ISSSL-ULL

Isabel de Sousa
15h-16h30 | Mesa Redonda

A introdução da AC em áreas disciplinares 

Etnografia / Micro-Etnografia

Michel Binet, Docente e Investigador em Serviço Social, Doutor em Antropologia | CLISSIS – GEACC (IR) & ISSSL-ULL / ESECS-IPP

Linguística interacional

Ana Cristina Ostermann, Linguista, Doutora em Linguística e PósDoutora em Análise da Conversação | UNISINOS & Vice-Presidente da International Society for Conversation Analysis (ISCA)

David Monteiro, Linguista, Doutorando em Linguística Geral | CLISSIS – GEACC & Instituto Politécnico de Portalegre / University of Basel

Serviço Social

Isabel de Sousa, Assistente Social, Doutora em Serviço Social | CLISSIS – GEACC & ISSSL-ULL

Isabel Passarinho, Assistente Social, Doutora em Ciências da Educação | Câmara Municipal de Cascais

Tânia Pinto, Assistente Social, Mestranda em Serviço Social no ISSSL-ULL | CLISSIS – GEACC & CHLO

Sociologia

Adriano Duarte Rodrigues, Sociólogo, Doutor em Sociologia | Professor Catedrático Jubilado da FCSH-UNL

Catarina Delaunay, Socióloga, Doutora em Sociologia | CICS.NOVA 

_________

Moderação : Michel Binet

David Monteiro – Tânia Pinto – Ana Cristina Ostermann – Michel Binet – Adriano Duarte Rodrigues – Isabel Passarinho – Isabel de Sousa

16h30-16h45, Pausa Café

16h45-17h15 | Conferência de Encerramento

« A Humanização das/nas/pelas interações conversacionais : Análise microética das práticas profissionais em Serviço Social »

Michel Binet, CLISSIS – GEACC (IR) & ISSSL-ULL / ESECS-IPP

Tânia Pinto – Michel Binet

17h15-17h45 | Debate/Discussão

______

17h45-18h | Mesa de Encerramento

« Breve Balanço dos trabalhos à luz do Projeto ETIC»

______

Michel Binet, CLISSIS – GEACC (IR) & ISSSL-ULL / ESECS-IPP

Catarina Delaunay, CICS.NOVA 

Catarina Delaunay – Michel Binet

INSCRIÇÃO

Página (Inscrições) | Link

Docentes e Estudantes da Universidade Lusíada de Lisboa | Gratuito

Investigadores do CLISSIS | Gratuito

Orientadores de Estágios Curriculares de alunos do ISSSL-ULL | Gratuito

Docentes e Estudantes de outros Estabelecimentos de ensino superior | 20€

Assistentes sociais e Outros profissionais | 20€

Investigadores de Outras Unidades de Investigação | 20€

Outro/as Interessado/as | 20€

Para mais informações: Página Web 



Financiado por Fundos Nacionais através da FCT, no âmbito do Projecto UID/SOC/04624/2019

 


David Monteiro – Tânia Pinto – Ana Cristina Ostermann – Michel Binet – Adriano Duarte Rodrigues – Isabel Passarinho – Isabel de Sousa

Michel G. J. Binet

Professeur Universitaire à l’ISSSL-ULL (Instituto Superior de Serviço Social de Lisboa – Universidade Lusíada de Lisboa) - Chercheur en Travail social - Docteur en Anthropologie - Analyste de Conversation - Membre du Conseil du GIS Hybrida-IS, Groupement d'Intérêt Scientifique en Travail social

More Posts

A Entrevista de Explicitação (Vermersch) : Oficinas com Claire Jondeau, em Missão de Investigação doutoral no seio do GEACC (Lisboa, 08/05/2018 – Portalegre, 11/05/2018)

Oficinas de sensibilização (filmadas)

« A Metodologia da Entrevista de Explicitação (Vermersch) : Uma técnica de coleta de dados » 

Seguida de uma

Data Session | Sessão de co-Análise Conversacional da Relação de Inquirição (ACRI) na Entrevista de Explicitação

___

Claire Jondeau

Claire JONDEAU

Interventora Social – Formadora – Investigadora em Serviço Social

Doutoranda em Ciências da Educação | UFR des Sciences de l’Homme et de la Société de l’Université de Rouen Normandie (França)

Orientadores: Richard Wittorski (CIRNEF) & Michel Binet (GEACC – CLISSIS)

Membro do GIS Hybrida-IS | Link



Objetivo

Praticar e refletir em grupo uma abordagem fenomenológica da entrevista na investigação em Serviço Social (Recherche praticienne en Travail social)

A Entrevista de Explicitação (Vermersch, 1994; 2012) promove a descrição pelo próprio sujeito da vivência da sua atividade numa situação singular passada, parte integrante da sua experiência. Trata-se de uma ferramenta ou técnica de coleta de dados que pode ser mobilizada com três intenções distintas :

  • A coleta de informações para fins investigativos (obter informações sobre a vivência e o modo de operar do outro) ;
  • Ajudar o outro a consciencializar os seus saberes de ação (Validação das Aquisições e Aprendizagens experienciais) : promover a auto-observação e auto-análise das suas práticas ;
  • Formar à adoção de uma postura reflexiva.

É principalmente na perspetiva da Investigação em Serviço Social, com vista a obter informações sobre as atividades de outrem, que proponho conduzir estas Oficinas de sensibilização para esta técnica. Esta sensibilização sucinta à metodologia da Entrevista de Explicitação proporcionará um tempo de trabalho cruzando contributos teóricos e experiências profissionais.

Proponho portanto precisar brevemente algumas definições dos termos usados nesta abordagem, expor os principais princípios e as condições requeridas para facilitar o acesso aos implícitos da ação e realizar a « demonstração de uma entrevista » com um voluntário que será convidado a « explicitar », no sentido de Pierre Vermersch, uma pratica profissional que aceita partilhar no seio do grupo. Por sua vez, o grupo terá instruções de observação que potenciarão, num terceiro momento, uma troca sobre esta ferramenta/técnica específica de coleta de dados.

Claire Jondeau, Maio 2018

(Tradutor : Michel Binet)


Datas e locais das Oficinas

1ª Oficina

Universidade Lusíada de Lisboa

Instituto Superior de Serviço Social da Universidade Lusíada de Lisboa

Rua da Junqueira, 188-198, 1349-001 Lisboa

3ª, 8 Maio 2018 | ISSSL-ULL, 14h30-17h30, (Org. Michel Binet & Isabel de Sousa)

Sala 15P (Instalações ditas do Ar Liquido, Rua Quinta do Almargem 14B, a 5 minutos de distância a pé da Rua Junqueira)

___

2ª Oficina

ESECS-IPP

Escola Superior de Educação e Ciências Sociais do Instituto Politécnico de Portalegre

Praça da República, 23-25, 7300-109 Portalegre

6ª, 11 Mai 2018 | ESECS-IPP, 14h-18h , Sala 7 (Org. Michel Binet & Cristina Coelho)


Programa das Oficinas (3 horas)

1-A Entrevista de Explicitação : Apresentação da Abordagem (Claire Jondeau)

2-Demonstração de uma Entrevista de Explicitação (Claire Jondeau e o Grupo de participantes)

  • Lisboa | Tânia Pinto (GEACC), Assistente Social em meio hospitalar, Mestranda em Serviço Social (ISSSL-ULL), será entrevistada por Claire Jondeau

3-Sessão de co-Análise Conversacional (GEACC)

Nota | Um serviço de tradução Francês-Português ser assegurado por Michel Binet (Coord. GEACC).

__________________________________

Inscrições

Oficina de Entrevista de Explicitação | Número limitado de participantes : 12

Perfil do/as participantes | Assistentes sociais (e outros interventores sociais)

Condição | Autorizar a filmagem da Oficina para fins investigativos

Inscrição (gratuita) por email | Contactos dos Organizadores : Michel Binet, Lisboa e Portalegre ( michel.binet@ipportalegre.pt ) – Isabel de Sousa, Lisboa ( isabel.sousa@edu.ulusiada.pt ) – Cristina Coelho, Portalegre ( cristina.coelho@esep.pt )


Bibliografia / Fontes

Vermersch, P. (1994) L’entretien d’explicitation en formation initiale et en formation continue. Paris: ESF.

Vermersch, P. (2012) Explicitation et phénoménologie. Paris: PUF.

Website do Groupe de Recherche sur l’EXplicitation (GREX) | Link


 

Michel G. J. Binet

Professeur Universitaire à l’ISSSL-ULL (Instituto Superior de Serviço Social de Lisboa – Universidade Lusíada de Lisboa) - Chercheur en Travail social - Docteur en Anthropologie - Analyste de Conversation - Membre du Conseil du GIS Hybrida-IS, Groupement d'Intérêt Scientifique en Travail social

More Posts

Glossário de Microética (Binet, 2018), nova Linha de pesquisa transversal

Glossário de Microética na Plataforma Zotero (clicar)

Acesso online
ao
Glossário de Microética (Zotero) | Link

Work-in-progress, que já alcançou um certo limiar de maturação, com mais de 100 Entradas lexicais, este Glossário de Microética, acessível online na Plataforma Zotero, inicialmente elaborado no âmbito do trabalho docente realizado no Ano Letivo 2017-18 com alunos do curso de Licenciatura em Serviço Social da Escola Superior de Educação e Ciências Sociais do Instituto Politécnico de Portalegre (ESECS-IPP), na Unidade Curricular de « Ética e Deontologia do Serviço Social » (2º Ano curricular), é também fruto do trabalho docente realizado com os alunos do curso de Licenciatura em Serviço Social do Instituto Superior de Serviço Social de Lisboa da Universidade Lusíada de Lisboa (ISSSL-ULL), na Unidade Curricular de « Estruturas e Interação social » (2º Ano curricular). Com efeito, é no âmbito desta UC do ISSSL-ULL que comecei a introduzir a Análise Conversacional etnometodológica (ACE) na formação inicial de Assistentes sociais, a partir sobretudo do Ano Letivo 2014-15.

Considero hoje, com base na experiência docente que acumulei em Lisboa e Portalegre, que o conceito de « Microética » localiza e abre uma das melhores portas para introduzir a ACE na formação inicial de Assistentes Sociais, de modo a tecer uma ligação reforçada entre o ensino e o trabalho de investigação em Serviço Social desenvolvido pelo GEACC, Grupo de Investigação do CLISSIS.

A « Microética  do agir profissional » emergiu como Linha de pesquisa transversal aos vários Projetos de investigação desenvolvidos no seio do GEACC, conferindo a este Glossário o estatuto adicional de ferramenta de apoio à formação avançada e à investigação.

Michel Binet

 


Tese de doutoramento em Serviço Social em curso de elaboração, incidindo sobre a Microética (Binet, 2019) :

Poster | Formato PDF


Michel G. J. Binet

Professeur Universitaire à l’ISSSL-ULL (Instituto Superior de Serviço Social de Lisboa – Universidade Lusíada de Lisboa) - Chercheur en Travail social - Docteur en Anthropologie - Analyste de Conversation - Membre du Conseil du GIS Hybrida-IS, Groupement d'Intérêt Scientifique en Travail social

More Posts

ASA – Call of the EMCA Section | To increase the membership level !

http://www.asanet.org/asa-communities/sections/ethnomethodology-and-conversation-analysis

Unfortunately, we have bad news to report as well. We attended a meeting held with American Sociology Association (ASA) administrative staff during the 2017 annual meeting in Montreal. ASA staff summarized their developing problems with many small sections. Supporting sections that have dropped below the minimal membership level are becoming costly for ASA at a time when they need to downsize their administrative staff (they assist with the annual elections, allocation of section sessions, issuing requested checks, solving problems with navigating the ASA online labyrinth, etc.). They reported that this burden has overflowed their capacity. Their solution is simple: increase the membership levels back to the required minimum, and then sufficient staff can be hired. ASA Council has initiated an objective process for placing smaller sections on probationary status, based strictly upon criteria that involve membership levels and indices of section vitality. While we are in compliance with all of the many indices of vitality, we have failed to maintain a membership level that satisfies their two membership algorithms. While at 119 members at the end of 2017, we avoided the ignominy of falling below 100 (at annual meeting time we were at 105), we are required to (a) maintain membership at 150 and (b) avoid falling below 200 members three years out of five. Since meeting the 150-member requirement in 2013, our numbers have more or less been diminishing steadily.
We composed a Response to ASA, which Council will consider at their February meeting. We believe that in the short run we can avoid being placed on probation or decommissioned as a section, but a durable solution is required for the long run. Accordingly, we have organized a Membership Committee, under the leadership of Anne Rawls, but networking when our numbers are so low and our reach so international presents us with serious challenges that we have yet to solve.

Ken Liberman & Aug Nishizaka


The due: 50 USD for ASA plus 10 USD for the EMCA section.

ASAhttp://www.asanet.org/membership 

EMCAhttp://www.asanet.org/asa-communities/sections/ethnomethodology-and-conversation-analysis 


« We have been suffering from the decrease of the number of officially registered members. I would very much appreciate your considering being a member of the SECTION (not only of ASA) » (Aug Nishizaka).


Ken Liberman et Aug Nishizaka, qui dirigent actuellement la Section d’EthnoMethodology and Conversation Analysis (EMCA), ont lancé un Appel à la solidarité pour soutenir le maintien de la Section au sein de l’American Sociology Association (ASA), qui se voit menacée par une politique de l’actuelle direction de l’ASA, de suspension des Sections de petite dimension (en termes de nombre de membres).
Cette situation est jugée grave par la communauté internationale des chercheurs en Analyse Conversationnelle ethnométhodologique, qui reconnait le rôle historique de la Section EMCA de l’ASA. Aujourd’hui fortement interdisciplinaire et internationale, l’Analyse Conversationnelle ethnométhodologique est historiquement issue du champ disciplinaire de la sociologie américaine. Cet épisode illustre bien combien une petite Section peut-être un acteur majeur d’une vaste communauté de recherche, riche de milliers de membres.
Le geste solidaire consiste à s’affilier à l’ASA (50USD) puis à la Section EMCA (10USD).
Michel Binet

«The field of Conversation Analysis (CA) began with just three people, Emanuel Schegloff, Harvey Sacks and Gail Jefferson. It grew, as many new enterprises do, out of a dissatisfaction with the methodologies and theories of the time, as they pertained to everyday social behavior. Forty years later, CA is the dominant approach to the study of human social interaction across the disciplines of Sociology, Linguistics and Communication. The most recent international conference on Conversation Analysis (ICCA – 2010) boasted more than 600 attendees. CA publications are estimated to be over 5,000 in number and growing rapidly. In short, CA in the 21st century represents a rich and vibrant community of international scholars working across a wide range of languages, institutional and ordinary contexts, and disciplinary boundaries» (Sidnell & Stivers, 2013: 1).

Sidnell, J. & Stivers, T. eds., 2013. Introduction. In The Handbook of Conversation Analysis. Malden / Oxford: Wiley-Blackwell, pp. 1–8.

Michel G. J. Binet

Professeur Universitaire à l’ISSSL-ULL (Instituto Superior de Serviço Social de Lisboa – Universidade Lusíada de Lisboa) - Chercheur en Travail social - Docteur en Anthropologie - Analyste de Conversation - Membre du Conseil du GIS Hybrida-IS, Groupement d'Intérêt Scientifique en Travail social

More Posts

II Encontro de Análise da Conversa Etnometodológica (II EnACE) | 19-20 Novembro 2018, Rio de Janeiro

19 e 20 de novembro de 2018

Rio de Janeiro

Campus Gávea da PUC-Rio


GRUPOS DE PESQUISA organizadores do II EnACE

_____

Discurso, Interação e Práticas Profissionais (DIPP)

Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-Rio)

&

Interação em Contextos Institucionais (ICI)

Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ)


Submissão de Trabalhos

Haverá dois tipos de sessões das quais os pesquisadores interessados poderão participar: sessão temática de apresentação de trabalhos e sessão de análise conjunta de dados. Cada pesquisador poderá realizar até 2 submissões como autor principal, uma para cada tipo de sessão.

Caso o pesquisador realize submissões nos dois tipos de sessão, pedimos que seja enviado um e-mail para a organização (organizaçãoenace@gmail.com), indicando a escolha de sua preferência, caso, por questões logísticas, a comissão organizadora tenha que optar por apenas uma submissão de trabalho sua. Lembramos que os participantes das sessões de análise conjunta de dados receberão certificados com o mesmo valor de apresentação de trabalho.

Para saber mais | Link

 

 

Michel G. J. Binet

Professeur Universitaire à l’ISSSL-ULL (Instituto Superior de Serviço Social de Lisboa – Universidade Lusíada de Lisboa) - Chercheur en Travail social - Docteur en Anthropologie - Analyste de Conversation - Membre du Conseil du GIS Hybrida-IS, Groupement d'Intérêt Scientifique en Travail social

More Posts

Seminário Interdisciplinar de « Pragmática e Análises dos atos profissionais », 4ª-feira, dia 20 de Dezembro, 14h-18h | Chercheur invité : Patrick Lechaux (GIS Hybrida-IS)

Seminário Interdisciplinar

de

Pragmática e Análises dos atos profissionais

Coord.

Alexandre Martins, Doutor em Sociologia || CICS.NOVA | ESECS-IPP

Helena Valentim, Doutora em Linguística || CLUNL | FCSH-UNL

Michel Binet, Doutor em Antropologia & Investigador em Serviço Social || CLISSIS | ESECS-IPP | ISSSL-ULL


Encontro

com

Patrick Lechaux

Patrick Lechaux

Philosophe et sociologue de formation (Universités Paris X Nanterre et Paris Descartes).

Agrégé de philosophie.

Chercheur en sciences de l’éducation, Escol, Paris 8

Initiateur du GIS Hybrida-IS avec Richard Wittorski et Chef de projet du GIS Hybrida-IS.

Membre du comité de rédaction de la revue Forum. Vice-Président de l’Affuts, association pour le développement de la recherche en travail social.


Data | 4ª-feira, dia 20 de Dezembro de 2017, das 14h às 18h

Local | Universidade Lusíada de Lisboa, Sala 4E , Rua Junqueira, 188-198, 1349-001 Lisboa

Entrada livre

(Tradução sucessiva)

 



PROGRAMA do ENCONTRO


6ª-feira, dia 22 de Dezembro, das 14h às 17h | Sessão de Análise de dados conversacionais (Data Session) do GEACC, com a participação de Patrick Lechaux.
Abertura dos trabalhos : Carla Mirelle Matos Lisboa, Uma investigação doutoral em curso: Linguística aplicada e Serviço Social.
Data Session, 22-12-2017: Tânia Pinto – Michel Binet – Isabel de Sousa – Patrick Lechaux – Carla Mirelle Lisboa

Rapport de Mission, publié par Patrick Lechaux

Lors d’un séjour à Lisbonne, Patrick Lechaux a été invité par Michel Binet à participer à une session de co-analyse de données conversationnelles (Data Session). La session, organisée le 22 décembre 2017, dans le cadre de son équipe de recherche, le GEACC, regroupait 5 participants dont la diversité des profils a, rapporte Patrick Lechaux, «contribué à l’extraordinaire richesse de cette expérience» (Patrick Lechaux, Note de réflexion).


Lire l’intégralité de la Note de réflexion | Lien

 

Localização | Rua Junqueira, 188-198, 1349-001 Lisboa (Portugal)

ULL - Rua Junqueira

Michel G. J. Binet

Professeur Universitaire à l’ISSSL-ULL (Instituto Superior de Serviço Social de Lisboa – Universidade Lusíada de Lisboa) - Chercheur en Travail social - Docteur en Anthropologie - Analyste de Conversation - Membre du Conseil du GIS Hybrida-IS, Groupement d'Intérêt Scientifique en Travail social

More Posts

Encontro GEACC com Maria do Carmo Leite de Oliveira | 19/09/2017, 15h-17h30, na Universidade Lusíada de Lisboa

Encontro GEACC

com

Maria do Carmo Leite de Oliveira

Professora Adjunta da Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-Rio)

Doutora em Linguística Aplicada

______________

Encontro

promovido no âmbito do

Seminário Interdisciplinar

de

Pragmática e Análises dos atos profissionais

Coord.

Alexandre Martins, Doutor em Sociologia || CICS.NOVA | ESECS-IPP

Helena Valentim, Doutora em Linguística || CLUNL | FCSH-UNL

Michel Binet, Doutor em Antropologia & Investigador em Serviço Social || CLISSIS | ESECS-IPP | ISSSL-ULL


Data | 3ª-feira, dia 19 de Setembro de 2017, das 15h às 17h30

Local | Universidade Lusíada de Lisboa, Sala 15P (Instalações ditas do Ar Liquido, Rua Quinta do Almargem 14B, a 5 minutos de distância a pé da Rua Junqueira)

Entrada livre

_________

Lições da caixa-preta

«Uma das funcionalidades de uma caixa-preta de avião é a de gravar a conversa da cabine dos últimos 30 minutos de voo, além do som dos motores e dos comandos em uso. É com base na análise dessa conversa que são identificadas falhas técnicas e humanas, importantes para esclarecer as razões da queda de um avião. É a partir dessa análise também que são feitas recomendações, como a de revisar e substituir equipamentos e/ou a de instituir programas de formação, com o objetivo de prevenir futuros acidentes» (Oliveira (de) & Ostermann, 2015: 111).

«Assim como é preciso ter uma competência em informática para atuar como um técnico de um help desk especializado em questões tecnológicas, é preciso ter uma competência interacional para exercer atividades centradas na fala.  (…) [É] preciso envolver especialistas em linguagem, mais especificamente linguistas aplicados, se quisermos qualificar a formação de profissionais cujas práticas dependem essencialmente do uso da linguagem» (Oliveira (de) & Ostermann, 2015: 113).

Fonte: Oliveira (de), M. do C. L. and Ostermann, A. C. (2015) ‘Lições da caixa-preta’, in Ostermann, A. C. and Oliveira (de), M. do C. L. (eds) Você Está Entendendo? Contribuições dos Estudos de Fala-em-Interação Para a Prática do Teleatendimento. Campinas, SP: Mercado de Letras, pp. 111–114.


PROGRAMA do ENCONTRO

15h-15h15 – Promover em Portugal um Seminário Interdisciplinar de « Pragmática e Análises dos atos profissionais » | Conferência de abertura de Michel G. J. Binet

15h15-16h – « Linguagem e Práticas profissionais : Produzir conhecimento de relevância prática » | Conferência de Maria do Carmo Leite de Oliveira

16h-17h – Ronda de apresentação das pesquisas desenvolvidas pelos membros do GEACC, subordinada ao tema da « Relevância prática dos estudos etnometodológicos » | Carla Mirelle Matos Lisboa, LinguistaCristina Coelho, Assistente socialDavid Monteiro, Linguista – Isabel de Sousa, Assistente social Michel Binet (IR), Antropólogo e Investigador em Serviço SocialVictor Braga, Investigador em Ciências da Comunicação

17h-17h30 – Discussão alargada

Michel Binet – Isabel de Sousa – Cristina Coelho – Maria do Carmo Leite de Oliveira – David Monteiro – Victor Braga – Carla Mirelle Matos Lisboa

Localização | Rua Junqueira, 188-198, 1349-001 Lisboa (Portugal)

ULL - Rua Junqueira

Michel G. J. Binet

Professeur Universitaire à l’ISSSL-ULL (Instituto Superior de Serviço Social de Lisboa – Universidade Lusíada de Lisboa) - Chercheur en Travail social - Docteur en Anthropologie - Analyste de Conversation - Membre du Conseil du GIS Hybrida-IS, Groupement d'Intérêt Scientifique en Travail social

More Posts

Participação do GEACC no 14º Encontro DANASWAC (Copenhagen, 14-17/08/2017)

ICON - GEACC


DANASWAC’s 14th Meeting 

Copenhagen, 14 – 17 Augusto de 2017

________

Cabe este ano à Isabel de Sousa e à Cristina Coelho o prazer e a responsabilidade de representar o GEACC na 14ª edição do Encontro anual da rede investigativa DANASWAC, que tem lugar em Copenhagen, nos dias 14-17 de Agosto de 2017.


Sessions

  • Session 1: Exile and integration. (Chair: Carol Van Nijnatten)

Kari Bergset | Parenting in exile: Multivoiced narratives of changing parental practices

Tessa VerhallenTransnational Child Welfare and Protection Arrangements for Refugee Children

  • Session 2: Self-determination. (Chair: Heinz Messmer)

Johanna Ranta, Kirsi Juhila & Suvi RaitakariSelf-determination talk in a low-threshold outpatient clinic for drug users

  • Session 3: Cognitive impairment. (Chair: Åsa Mäkitalo)

Gudrun Dobslaw | Joint sessions attended by people with cognitive impairment, their parents and professional service providers

  • Session 4: Employment oriented social work. (Chair: Suvi Raitakari)

Tanja DallPerformance of role-responsibility in team decision making in social work meetings

Dorte CaswellImplementing labour market perspectives through talk – analysing institutional interaction in meeting talk between street level bureaucrats and hard-to- place unemployed

  • Session 5: Learning and expertise. (Chair: Eva Hjörne)

Åsa Mäkitalo & Nick HopwoodLearning and expertise in home visiting for parents of children at risk

Cristina CoelhoContributions to Social Work Collaborative Research

  • Session 6: Emotions. (Chair: Kirsi Juhila, Åsa Mäkitalo & Heinz Messmer)

Juliet Koprowska & Carol van NijnattenEmotion and Discourse

Ann-Carita Evaldsson & Eva HjörneAccounting for Migrant Children’s School Problems: Negative Affect, Accountability and Remedial Actions in Pupil Health Team Meetings

Eve Mullins & Steve Kirkwood | Groupwork programme for addressing sexual offending behaviour

Tone Jørgensen & Turid MidjoEmotional discourses and management of shame in meetings between child welfare workers and parents in child welfare cases

Pia H. Bülow & Monika WilińskaAlliances in making: Emotions and Micropolitics in multiparty return-to- work meetings

Heinz MessmerDoing Emotion: On the Management of Feelings in Communications about German Child Care Planning Conferences

  • Session 7: Social worker – child communication. (Chair: Stef Slembrouck)

Chris Hall & Michelle LefevreSocial worker – child communication during home visits

  • Session 8: Ethical work. (Chair: Stef Slembrouck)

Sarah Banks, Sirpa Saario, Jenni-Mari Räsänen,
Suvi Raitakari & Kirsi JuhilaSurfacing the ‘ethical’ in multi-party meetings in community mental health

Linnéa ÅbergStandardising and securing quality in integration work / This is important! Negotiating and processing “it is important to know…”, in order to secure the quality in immigrant civic integration interventions

Isabel de SousaThe attention to the Other in the daily practice of social workers

  • Session 9: Reflections DANASWAC and future plans. (Chair: Chris Hall)

Seminar discussion | Societal impact – is research on naturally occurring interactions helpful?


Para saber mais : DANASWAC

Michel G. J. Binet

Professeur Universitaire à l’ISSSL-ULL (Instituto Superior de Serviço Social de Lisboa – Universidade Lusíada de Lisboa) - Chercheur en Travail social - Docteur en Anthropologie - Analyste de Conversation - Membre du Conseil du GIS Hybrida-IS, Groupement d'Intérêt Scientifique en Travail social

More Posts

Acção de Formação | A INTERACÇÃO CONVERSACIONAL NO ATENDIMENTO SOCIAL

Apresentação

O atendimento social, enquanto interacção institucionalmente enquadrada, realizada através do uso da fala, constitui-se como um dos procedimentos metodológicos mais recorrentes na prática profissional da maioria das/os assistentes sociais.
Ainda assim, considera-se ser uma matéria insuficientemente estudada e debatida, correndo riscos de rotinização empobrecedora.
A realização desta Acção de Formação pretende contribuir para colmatar essa lacuna, colocando ao serviço dos profissionais o conhecimento que se vem produzindo em Portugal nesta matéria, dando a conhecer resultados de pesquisas sobre as práticas profissionais, baseadas na Análise Conversacional e sustentadas em metodologias co-participativas.


Objectivos

▪ Reforçar as competências interaccionais das/os Assistentes Sociais;
▪ Incrementar processos teórico-práticos reflexivos, como forma de contribuir para um exercício profissional de qualidade.


Formadora | Isabel de Sousa, Assistente Social, Investigadora do GEACC (CLISSIS)

Destinatários | Assistentes Sociais

Entitade promotora | APSSAssociação dos Profissionais de Serviço Social

Michel G. J. Binet

Professeur Universitaire à l’ISSSL-ULL (Instituto Superior de Serviço Social de Lisboa – Universidade Lusíada de Lisboa) - Chercheur en Travail social - Docteur en Anthropologie - Analyste de Conversation - Membre du Conseil du GIS Hybrida-IS, Groupement d'Intérêt Scientifique en Travail social

More Posts

Mission scientifique | Corinne Chaput-Le Bars, IRTS Normandie Caen

Membre du Conseil du GIS Hybrida-IS, Corinne Chaput-Le Bars, directrice du Département « Recherche, Développement des formations supérieures, Partenariats universitaires » de l’IRTS Normandie Caen, a réalisé du 10 au 14 avril 2017 une mission au Portugal, ayant pour principal objectif celui d’étudier des collaborations de recherche pouvant être mises en place entre son équipe et celle de Michel Binet, le GEACC, Groupe de recherche en ethnométhodologie et Analyse Conversationnelle du Centro Lusíada de Investigação em Serviço Social e Intervenção Social (CLISSIS).

Des réunions de travail se sont tenues à l’Institut Supérieur de Service Social de Lisbonne de l’Université Lusíada de Lisbonne (ISSSL-ULL) ainsi qu’á l’École Supérieure d’Éducation et de Sciences Sociales de l’Institut Polytechnique de Portalegre (ESECS-IPP), qui ont permis à Corinne Chaput-Le Bars d’échanger avec des chercheur-e-s du GEACC:

  • Cristina Coelho, assistante sociale, enseignante à l’ESECS-IPP, membre du GEACC, doctorante en Travail social à l’ISSSL-ULL, sous la direction de Michel Binet et Júlia Cardoso ;
  • David Monteiro, linguiste interactionnel, doctorant à l’Université de Bâle sous la direction de Lorenza Mondada (membre du Conseil Scientifique du GIS Hybrida-IS), formé à l’Analyse Conversationnelle au sein de l’Atelier de Transcription de la parole-en-interaction du Projet ACASS-1 ;
  • Victor Braga, membre du GEACC, doctorant en sciences de la communication à la FCSH-UNL, sous la direction d’Adriano Duarte Rodrigues et Michel Binet.

Des contacts institutionnels ont été effectués avec :

  • Luís Cardoso, Directeur de l’École Supérieure d’Éducation et de Sciences Sociales de l’Institut Polytechnique de Portalegre (ESECS-IPP)
  • Paula de Deus, Directrice technique de l’Association Chão dos Meninos.

Une visite à Évora du Centro de Apoio Familiar e Aconselhamento Parental (CAFAP) de l’Association Chão dos Meninos a été réalisée, afin d’étudier avec Paula de Deus, directrice de l’association, et Cristina Coelho, chercheure du GEACC connaissant bien ce terrain institutionnel,  la faisabilité d’une approche comparée des pratiques professionnelles des intervenants en Espaces de Rencontre en France et au Portugal, en lien avec une recherche-action commandée par la Fédération nationale de la médiation et des espaces familiaux (FENAMEF) passée à l’IRTS Normandie-Caen (IRTS N-C), et dont le chercheur à titre principal est Christel Bourbon-Roger, doctorante en Sciences de l’Education, sous la supervision de Corinne Chaput-Le Bars. Adoptant le cadre théorico-méthodologique de l’Analyse Conversationnelle, cette étude comparée aura pour base empirique un double corpus d’enregistrements des pratiques professionnelles recueilli en France et au Portugal.

De gauche à droite: Cristina Coelho – Corinne Chaput-Le Bars – Paula de Deus – Michel Binet

Des collaborations sur des encadrements et directions de thèses ont été abordées.

Michel G. J. Binet

Professeur Universitaire à l’ISSSL-ULL (Instituto Superior de Serviço Social de Lisboa – Universidade Lusíada de Lisboa) - Chercheur en Travail social - Docteur en Anthropologie - Analyste de Conversation - Membre du Conseil du GIS Hybrida-IS, Groupement d'Intérêt Scientifique en Travail social

More Posts

Coopération scientifique Portugal-Brésil : Carla Mirelle Matos Lisboa | Analyse de Conversation ethnométhodologique et Recherche en travail social

ICON - GEACC

Carla Mirelle | IV SIMPÓSIO NACIONAL DISCURSO, IDENTIDADE E SOCIEDADE e II SIMPÓSIO INTERNACIONAL DISCURSO, IDENTIDADE E SOCIEDADE, 2015
Carla Mirelle Matos Lisboa | IV SIMPÓSIO NACIONAL DISCURSO, IDENTIDADE E SOCIEDADE e II
SIMPÓSIO INTERNACIONAL DISCURSO, IDENTIDADE E SOCIEDADE, 2015

 

Acceuil au sein du GEACC de Carla Mirelle Matos Lisboa, doctorante brésilienne en Sciences du langage de la PUC-Rio sous la direction de Maria do Carmo Leite de Oliveira, analyste de conversation, docteure en linguistique.

La candidature de Carla Mirelle Matos Lisboa à une bourse du Programme brésilien de Doctorat Sanduíche à l’Extérieur (PDSE) a été approuvée par un Jury de sélection qui a déclaré considérer les travaux de Michel Binet et de son équipe comme pionniers (sic), pour ce qui concerne l’introduction de l’Analyse Conversationnelle ethnométhodologique dans la recherche en travail social.

D’une durée de 7 mois, la mission de Carla Mirelle Matos Lisboa débutera en août 2017 et se prolongera jusqu’en février 2018. La thèse portera sur un corpus d’enregistrements d’interventions sociales de rue, auprès de personnes en situation de sans-abri.

Cette mission en Europe constitue une nouvelle opportunité de tisser des liens de collaboration scientifique avec le Brésil.

Pour en savoir plus | Lien

Michel G. J. Binet

Professeur Universitaire à l’ISSSL-ULL (Instituto Superior de Serviço Social de Lisboa – Universidade Lusíada de Lisboa) - Chercheur en Travail social - Docteur en Anthropologie - Analyste de Conversation - Membre du Conseil du GIS Hybrida-IS, Groupement d'Intérêt Scientifique en Travail social

More Posts

10/11/2016, Simpósio « “Handicapologia” social » | 4º Congresso Internacional de Serviço Social

4ciss
4-CISS | 4º Congresso Internacional de Serviço Social

 

Michel Binet - Claude Hamonet - Teresa Magalhães
Michel Binet – Claude Hamonet – Teresa Magalhães

 

Michel Binet - Claude Hamonet
Michel Binet – Claude Hamonet

 

4.º Congresso Internacional de Serviço Social

O serviço social português e a agenda global: balanço e prospetivo

10 NOVEMBRO 2016 | 11H15 | SALA 1F ‐ ULL

‐ SIMPÓSIO 4 ‐

 

Título do simpósio A “Handicapologia social

Um novo domínio de investigação-ação ?

 

Coordenação

 

Michel G. J. Binet

 

Pertinência do tema

 

Promotora de investigações não cortadas de ações interventivas informadas por um quadro de valores ético-políticos abertamente assumidos, o Serviço Social surge como campo cientifico-profissional comprometido com a mudança social e cívica, particularmente habilitado para acolher e desenvolver estudos incidindo sobre (1) a condição social das pessoas categorizadas como « deficientes », no seio de uma sociedade repleta de barreiras excludentes e desempoderadoras (disempowerment), de situações handicapantes/incapacitantes, e sobre (2) as políticas públicas e as respostas sociais concebidas e executadas por interventores sociais, empenhados em promover o bem-estar e os direitos sociais dos cidadãos categorizados como « deficientes », no seio de uma sociedade tornada cada vez mais inclusiva e capacitadora.

Como escreveu Claude Hamonet, médico e socio-antropólogo francês, a Handicapologia, abordagem pelo Handicap perspetivado como fenómeno social e político total, constitui uma via excecionalmente privilegiada para compreender as necessidades dos seres humanos vivendo em sociedade, «para apreender as interações entre a saúde, a cultura e a sociedade», para «desenvolver uma nova maneira de conceber o bem-estar do indivíduo no seio da sua comunidade» (Hamonet, 1992: 4).

No mundo anglófono, os Estudos sociais da Deficiência (Disability Studies) constituíram-se como área disciplinar relativamente autónoma, apoiada num dialogo interdisciplinar, que identifica o Serviço Social como uma das suas principais matrizes disciplinares.

O painel, que iniciará com Conferências de Abertura do Professor Claude Hamonet e da Professora Teresa Magalhães, pretende, a partir de uma abertura interdisciplinar, constituir-se como espaço privilegiado de análise das políticas públicas, das respostas sociais e dos saberes acionais e reflexivos capitalizados pelos profissionais a partir das suas ações de terreno.

___________

«(…) the source of disability is located in the range of social barriers that inhibit and prevent disabled people’s inclusion in mainstream society. (…) In both theoretical and practice terms, disability writings demonstrate clear overlaps with anti-oppressive writings in social work» (Mercer, 2002: 130).

Mercer, G., 2002. Disability and oppression: Changing theories and practices.

In D. R. Tomlinson & W. Trew, eds. Equalising Opportunities, Minimising Oppression: A critical review of anti-discriminatory policies in health and social welfareLondon / New York: Routledge, pp. 117–133.

Programa 1) A Handicapologia medico-social: Origens e Desafios de uma dupla abordagem / L’Handicapologie médico-sociale: Origines et Enjeux d’une double approche

a) Origem da Handicapologia medico-social: Medicina de reabilitação e Ciências sociais

Professeur émérite Claude Hamonet, Médecin spécialiste de Médecine Physique et de Réadaptation, Docteur en Anthropologie sociale

b) Handicap, Medicina e Sociedade. Uma abordagem da Pessoa, promotora da sua (re)integração social

Prof.ª Doutora Teresa Magalhães, Faculdade de Medicina da Universidade do Porto – Instituto Universitário de Ciências da Saúde (CESPU)

2) Trabalho social e Pedagogia da emancipação : Para uma reciprocidade justa entre o assistente social e o cidadão [Conferência cancelada por motivo de força maior]

Prof. Paulo Pedroso, Professor Auxiliar convidado do Departamento de Ciência Política e Políticas Públicas do ISCTE-Instituto Universitário de Lisboa e Sócio da PPLL Consult

3) Handicapologia social e Social Model of Disability : o Serviço Social como matriz disciplinar de uma abordagem do/pelo Handicap

Prof. Doutor Michel G. J. Binet, Instituto Superior de Serviço Social de Lisboa (ISSSL – Universidade Lusíada de Lisboa) – Centro Lusíada de Investigação em Serviço Social e Intervenção Social (CLISSIS) – Escola Superior de Educação e Ciências Sociais do Instituto Politécnico de Portalegre (ESECS-IPP)

 

 

Moderação: Michel G. J. Binet, Universidade Lusíada de Lisboa

 Página Web –> 4CISS

hamonet

social-work-with-disabled-people

 

ISSSL
ISSSL

 

Universidade Lusíada de Lisboa
Universidade Lusíada de Lisboa

 

Michel G. J. Binet

Professeur Universitaire à l’ISSSL-ULL (Instituto Superior de Serviço Social de Lisboa – Universidade Lusíada de Lisboa) - Chercheur en Travail social - Docteur en Anthropologie - Analyste de Conversation - Membre du Conseil du GIS Hybrida-IS, Groupement d'Intérêt Scientifique en Travail social

More Posts