Introdução da Análise Conversacional na formação dos Assistentes Sociais…

Ana Paula Silva, aluna do 2º ano curricular da Licenciatura em Serviço Social (ISSSL-ULL):

«Posteriormente, ao escutar com mais atenção [a gravação de um atendimento], fazendo pausas nos diálogos e escrevendo o que era dito, percebi que havia ali tanta informação sobre o trabalho diário da assistente social (…)». 

Michel G. J. Binet

Professeur Universitaire à l’ISSSL-UL (Instituto Superior de Serviço Social de Lisboa – Universidade Lusíada) - Chercheur en Travail social - Docteur en Anthropologie - Analyste de Conversation - Coord. do Lab•FEACC - Chercheur Associé ADAC - Consultant - Formateur - Traducteur (portugais-français) - Membre du Conseil du GIS Hybrida-IS, Groupement d'Intérêt Scientifique en Travail social

More Posts


OpenEdition sugere que esta publicação seja citada da seguinte forma:
Michel G. J. Binet (5 de Fevereiro de 2014). Introdução da Análise Conversacional na formação dos Assistentes Sociais… Lab•FEACC. Recuperado em 14 de Julho de 2024 de https://doi.org/10.58079/oy1u


Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.