II Encontro de Análise da Conversa Etnometodológica (II EnACE) | 19-20 Novembro 2018, Rio de Janeiro

19 e 20 de novembro de 2018

Rio de Janeiro

Campus Gávea da PUC-Rio


GRUPOS DE PESQUISA organizadores do II EnACE

_____

Discurso, Interação e Práticas Profissionais (DIPP)

Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-Rio)

&

Interação em Contextos Institucionais (ICI)

Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ)


Submissão de Trabalhos

Haverá dois tipos de sessões das quais os pesquisadores interessados poderão participar: sessão temática de apresentação de trabalhos e sessão de análise conjunta de dados. Cada pesquisador poderá realizar até 2 submissões como autor principal, uma para cada tipo de sessão.

Caso o pesquisador realize submissões nos dois tipos de sessão, pedimos que seja enviado um e-mail para a organização (organizaçãoenace@gmail.com), indicando a escolha de sua preferência, caso, por questões logísticas, a comissão organizadora tenha que optar por apenas uma submissão de trabalho sua. Lembramos que os participantes das sessões de análise conjunta de dados receberão certificados com o mesmo valor de apresentação de trabalho.

Para saber mais | Link

 

 

Michel G. J. Binet

Professeur Universitaire à l’ISSSL-UL (Instituto Superior de Serviço Social de Lisboa – Universidade Lusíada) - Chercheur en Travail social - Docteur en Anthropologie - Analyste de Conversation - Coord. do Lab•FEACC - Chercheur Associé ADAC - Consultant - Formateur - Traducteur (portugais-français) - Membre du Conseil du GIS Hybrida-IS, Groupement d'Intérêt Scientifique en Travail social

More Posts


OpenEdition sugere que esta publicação seja citada da seguinte forma:
Michel G. J. Binet (26 de Março de 2018). II Encontro de Análise da Conversa Etnometodológica (II EnACE) | 19-20 Novembro 2018, Rio de Janeiro. Lab•FEACC. Recuperado em 13 de Julho de 2024 de https://doi.org/10.58079/oy3q


Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.