A Entrevista de Explicitação (Vermersch) : Oficinas com Claire Jondeau, em Missão de Investigação doutoral no seio do GEACC (Lisboa, 08/05/2018 – Portalegre, 11/05/2018)

Oficinas de sensibilização (filmadas)

« A Metodologia da Entrevista de Explicitação (Vermersch) : Uma técnica de coleta de dados » 

Seguida de uma

Data Session | Sessão de co-Análise Conversacional da Relação de Inquirição (ACRI) na Entrevista de Explicitação

___

Claire Jondeau

Claire JONDEAU

Interventora Social – Formadora – Investigadora em Serviço Social

Doutoranda em Ciências da Educação na Université de Rouen (France)

Membro do GIS Hybrida-IS | Link



Objetivo

Praticar e refletir em grupo uma abordagem fenomenológica da entrevista na investigação em Serviço Social (Recherche praticienne en Travail social)

A Entrevista de Explicitação (Vermersch, 1994; 2012) promove a descrição pelo próprio sujeito da vivência da sua atividade numa situação singular passada, parte integrante da sua experiência. Trata-se de uma ferramenta ou técnica de coleta de dados que pode ser mobilizada com três intenções distintas :

  • A coleta de informações para fins investigativos (obter informações sobre a vivência e o modo de operar do outro) ;
  • Ajudar o outro a consciencializar os seus saberes de ação (Validação das Aquisições e Aprendizagens experienciais) : promover a auto-observação e auto-análise das suas práticas ;
  • Formar à adoção de uma postura reflexiva.

É principalmente na perspetiva da Investigação em Serviço Social, com vista a obter informações sobre as atividades de outrem, que proponho conduzir estas Oficinas de sensibilização para esta técnica. Esta sensibilização sucinta à metodologia da Entrevista de Explicitação proporcionará um tempo de trabalho cruzando contributos teóricos e experiências profissionais.

Proponho portanto precisar brevemente algumas definições dos termos usados nesta abordagem, expor os principais princípios e as condições requeridas para facilitar o acesso aos implícitos da ação e realizar a « demonstração de uma entrevista » com um voluntário que será convidado a « explicitar », no sentido de Pierre Vermersch, uma pratica profissional que aceita partilhar no seio do grupo. Por sua vez, o grupo terá instruções de observação que potenciarão, num terceiro momento, uma troca sobre esta ferramenta/técnica específica de coleta de dados.

Claire Jondeau, Maio 2018

(Tradutor : Michel Binet)


Datas e locais das Oficinas

1ª Oficina

Universidade Lusíada de Lisboa

Instituto Superior de Serviço Social da Universidade Lusíada de Lisboa

Rua da Junqueira, 188-198, 1349-001 Lisboa

3ª, 8 Maio 2018 | ISSSL-ULL, 14h30-17h30, (Org. Michel Binet & Isabel de Sousa)

Sala 15P (Instalações ditas do Ar Liquido, Rua Quinta do Almargem 14B, a 5 minutos de distância a pé da Rua Junqueira)

___

2ª Oficina

ESECS-IPP

Escola Superior de Educação e Ciências Sociais do Instituto Politécnico de Portalegre

Praça da República, 23-25, 7300-109 Portalegre

6ª, 11 Mai 2018 | ESECS-IPP, 14h-18h , Sala 7 (Org. Michel Binet & Cristina Coelho)


Programa das Oficinas (3 horas)

1-A Entrevista de Explicitação : Apresentação da Abordagem (Claire Jondeau)

2-Demonstração de uma Entrevista de Explicitação (Claire Jondeau e o Grupo de participantes)

  • Lisboa | Tânia Pinto (GEACC), Assistente Social em meio hospitalar, Mestranda em Serviço Social (ISSSL-ULL), será entrevistada por Claire Jondeau

3-Sessão de co-Análise Conversacional (GEACC)

Nota | Um serviço de tradução Francês-Português ser assegurado por Michel Binet (Coord. GEACC).

__________________________________

Inscrições

Oficina de Entrevista de Explicitação | Número limitado de participantes : 12

Perfil do/as participantes | Assistentes sociais (e outros interventores sociais)

Condição | Autorizar a filmagem da Oficina para fins investigativos

Inscrição (gratuita) por email | Contactos dos Organizadores : Michel Binet, Lisboa e Portalegre ( michel.binet@ipportalegre.pt ) – Isabel de Sousa, Lisboa ( isabel.sousa@edu.ulusiada.pt ) – Cristina Coelho, Portalegre ( cristina.coelho@esep.pt )


Bibliografia / Fontes

Vermersch, P. (1994) L’entretien d’explicitation en formation initiale et en formation continue. Paris: ESF.

Vermersch, P. (2012) Explicitation et phénoménologie. Paris: PUF.

Website do Groupe de Recherche sur l’EXplicitation (GREX) | Link


 


Michel G. J. Binet

Professeur à l'ESECS-IPP (Escola Superior de Educação e Ciências Sociais do Instituto Politécnico de Portalegre) et à l’ISSSL-ULL (Instituto Superior de Serviço Social de Lisboa – Universidade Lusíada de Lisboa) - Chercheur en Travail social - Docteur en Anthropologie - Analyste de Conversation - Membre du Conseil du GIS Hybrida-IS, Groupement d'Intérêt Scientifique en Travail social

More Posts

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *