O conceito de « Instituição total » (E. Goffman) | Aula Aberta, Prof. Michel Binet, 12/04/2023, 10h-11h / Reunião-Debate, 13/04/2023, 10h30-12h

Encontros Olhares sobre a Deficiência
Intervenção, investigação e formação em rede

Encontro 2023 (2ª Ed.) | Desinstitucionalizar as instituições ? Autoquestionamento e co-diagnóstico

2ª, dia 19 de Junho de 2023


PRÉ-ENCONTRO | 1 – AULA ABERTA

→ 4ª, dia 12 de Abril de 2023 ←

10h00-10h50     Aula aberta

O conceito de « Instituição total » (Goffman) : uma introdução

Docente : Prof. Doutor Michel Binet (ISSSL-ULL)
Curso : Licenciatura em Serviço Social
Unidade Curricular : Estruturas e Interação Social (2º Ano Curricular)
Regime : presencial (Sala 3F) e distancial (plataforma Zoom)


PRÉ-ENCONTRO | 2 – REUNIÃO-DEBATE

→ 5ª, dia 13 de Abril de 2023 ←

10h30-12h00     Reunião-debate interna – FENACERCI

Reflexão sobre o seu funcionamento institucional à luz do conceito de « Instituição total »

Dinamização
Michel Binet (ISSSL-ULL)
Joaquim Pequicho & Sara Neto (FENACERCI)

Participantes : Membros da FENACERCI e das suas associadas
Regime : distancial (plataforma Zoom)


Sumário da Aula aberta

Muitos discursos dirigidos hoje contra as instituições que prestam serviços educativos e sociais na área da deficiência assentam em visões críticas dos funcionamentos institucionais informadas pelo conceito sociológico de « Instituição total ». Assim, muitas tomadas de posição e muitos Apelos em favor de uma política de « desinstitucionalização » na área da deficiência impõem ao debate público uma problematização insuficientemente explicitada e questionada, que propaga uma visão negativa das instituições integrantes do Movimento CERCI, que mais contribuiu para promover, no Portugal democrático do pós-25 de Abril, políticas e respostas sociais que garantem o bem-estar e os direitos das pessoas com deficiência e das suas famílias.

Para enfrentar estes discursos, é imperioso regressar a uma das suas principais fontes, a saber, o livro intitulado Asylums, da autoria do sociólogo norte-americano Erving Goffman, publicado em 1961, considerado, com razão, como um dos grandes clássicos da sociologia.

A posição defendida pelo docente consistirá em argumentar que seria vão e perigoso, do ponto de vista dos valores que norteiam as ações do Movimento CERCI e do Serviço Social, de pretender rejeitar e ignorar a obra, sempre atuante, de Erving Goffman, por ser demasiado incómoda.

O caminho sugerido é mais exigente : aprender a se auto-observar e auto-questionar não contra Goffman, mas, sim, com Goffman, à luz do seu conceito de « Instituição total ».

Uma tal démarche permitiria de realizar e de fundamentar três descobertas :

  • Aprendentes, reflexivas e autocríticas, as organizações do Movimento CERCI, associadas no seio da FENACERCI, já promovem de longa data ações regulares de autoquestionamento e de ajustamento dos seus funcionamentos institucionais que são muito alinhadas com a perspetiva crítica desenvolvida por Goffman. Tal descoberta provoca uma inversão de quadro (reframing) : longe de constituir uma ameaça, a referência a Erving Goffman constitui uma oportunidade de valorização do trabalho de humanização assente num modelo de organização centrada na pessoa, levado a cabo, em graus variáveis e por modos diferentes, pela FENACERCI e as suas associadas ;
  • A descoberta anterior empodera a FENACERCI e as suas associadas, para enfrentar os discursos que perpetram ataques contra as instituições, baseadas numa compreensão incompleta e enviesada das orientações argumentativas decorrentes da obra de Erving Goffman. Bem compreendidas, as conclusões e ilações, sempre atuais, do estudo seminal de Goffman, não sustentam políticas de desmantelamento de instituições, que, abertas sobre a comunidade, souberam incrementar funcionamentos institucionais inclusivos e empoderadores, vocacionados a servir de modelos para muitas outras instituições ;
  • Afinal, a lista das instituições passíveis de serem interpeladas e questionadas à luz do conceito de « Instituição total» é muito mais extensa do que a sua instrumentalização, em certos debates, pode deixar transparecer. E, sendo assim, é de constatar que a FENACERCI e as suas associadas são mais avançadas do que outras instituições, na reapropriação de um olhar autovigilante de inspiração goffmaniana.

Michel Binet

Bibliografia

COMITÉ DES DROITS DES PERSONNES HANDICAPÉES – Lignes directrices pour la désinstitutionnalisation, y compris dans les situations d’urgence. Genève : Convention relative aux droits des personnes handicapées – ONU, 2022

GARNEAU, Stéphanie; NAMIAN, Dahlia (EDS.) – Erving Goffman et le travail social. Ottawa : Les Presses de l’Université d’Ottawa, 2017

GOFFMAN, Erving – Asylums : Essays on the Social Situation of Mental Patients and Other Inmates. New York : Anchor Books, 1961 ; Traduzido em português do Brasil : Manicômios, prisões e conventos (1961). São Paulo : Perspectiva, 1974


Vídeo da Aula : Clicar aqui


Clicar para ampliar

__ __

Clicar para ampliar

 

Prezi : Clicar aqui


 

Michel G. J. Binet

Professeur Universitaire à l’ISSSL-UL (Instituto Superior de Serviço Social de Lisboa – Universidade Lusíada) - Chercheur en Travail social - Docteur en Anthropologie - Analyste de Conversation - Coord. do Lab•FEACC - Chercheur Associé ADAC - Consultant - Formateur - Traducteur (portugais-français) - Membre du Conseil du GIS Hybrida-IS, Groupement d'Intérêt Scientifique en Travail social

More Posts


OpenEdition sugere que esta publicação seja citada da seguinte forma:
Michel G. J. Binet (10 de Abril de 2023). O conceito de « Instituição total » (E. Goffman) | Aula Aberta, Prof. Michel Binet, 12/04/2023, 10h-11h / Reunião-Debate, 13/04/2023, 10h30-12h. Lab•FEACC. Recuperado em 13 de Julho de 2024 de https://doi.org/10.58079/oy5c


Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.