Victor Braga

ICON - GEACC

É Professor Assistente II do Departamento de Comunicação da Universidade Federal da Paraíba (UFPB) desde 2008. Possui graduação em Comunicação Social, habilitação em Jornalismo, pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP) e mestrado em Comunicação Social pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). É doutorando em Ciências da Comunicação pela Faculdade de Ciências Sociais e Humanas (FCSH) da Universidade Nova de Lisboa, sob a orientação do Professor Adriano Duarte Rodrigues e co-orientação do Professor Michel Binet.

Seus interesses de pesquisas estão voltados para a dimensão interacional da linguagem, a etnometodologia e a análise da conversação. Nesse sentido, tem pesquisado sobre as possibilidades de uma estilística da comunicação.

No doutoramento, desenvolve uma pesquisa sobre o processo de construção discursiva do Brasil nas entrevistas televisivas do Programa Roda Viva. A intenção da pesquisa é, através da conjugação da Análise de Categorização de Pertencimento (Membership Categorization Analysis) com os pressupostos sequenciais da Análise da Conversação, perceber uma “cultura-em-ação” na construção da identidade brasileira.

Título da tese |  De Tinhorão a Caetano: processos de contextualização no programa Roda Viva
Resumo |  A pesquisa tem como objetivo perceber os processos de contextualização efetuados por participantes do programa televisivo Roda Viva, da TV Cultura de São Paulo. Tal objetivo será alcançado se conseguirmos responder a seguinte questão: como os participantes do Roda Viva organizam suas interações conversacionais? Diante da perspectiva etnometodológica adotada na pesquisa, a organização de uma interação comunicacional pode ser encarada como o próprio contexto ao qual os interactantes recorrem para produzir e interpretar suas elocuções, e este não está pronto antes do encontro concreto dos interactantes mas é construído passo-a-passo, de dentro da interação. Compreender como essa organização é construída é, portanto, o que move nosso olhar.

Relatório de Missão

No início do doutoramento, tive a oportunidade de participar como aluno do CIV – Curso Livre de Análise das Interações Verbais. Neste curso – ministrado pelos professores Adriano Duarte Rodrigues  e Michel Binet (que vieram a se tornar os orientadores de minha tese) – estabeleci contato pela primeira vez com a Etnometodologia e a Análise Conversacional. O contato com esse campo de saber foi um dos acontecimentos fundamentais em meu percurso acadêmico. Percebendo a Etnometodologia e a Análise da Conversa como campos de conhecimento incontornáveis para o  campo da Comunicação Social, decidi redirecionar meus interesses de pesquisa de modo a convergirem com a agenda etnometodológica.
Foi com essa motivação que me juntei ao GEACC, onde fui gentil e generosamente recebido pelo seu coordenador, o professor Michel Binet. No seio desse grupo, pude desenvolver as principais habilidades que tenho hoje como pesquisador etnometodólogo e analista da conversa. Embora minha pesquisa atual não esteja relacionada com o Serviço Social, a questão da Clusividade Social, desenvolvida de modo pioneiro pelo GEACC, me estimula a permanecer em constante contato com esse grupo – além é claro, de o GEACC ser uma referência internacional no campo da Análise Conversacional (campo que, por si só, apresenta enorme abertura à interdisciplinaridade).
Estando no momento já de retorno ao Brasil – onde reassumi meu cargo de professor efetivo no Departamento de Comunicação Social da UFPB, trouxe comigo o profundo desejo e interesse de manter um forte vínculo bi-nacional com o GEACC. Além da condição de investigador colaborador desse grupo, meus esforços a partir de agora se darão no sentido de construir projetos conjuntos entre a UFPB e o GEACC e na busca de financiamento junto à Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES) para a realização de projetos de pesquisa bi-nacionais.

Victor Braga, Março 2018

Michel G. J. Binet

Professeur à l'ESECS-IPP (Escola Superior de Educação e Ciências Sociais do Instituto Politécnico de Portalegre) et à l’ISSSL-ULL (Instituto Superior de Serviço Social de Lisboa – Universidade Lusíada de Lisboa) - Chercheur en Travail social - Docteur en Anthropologie - Analyste de Conversation - Membre du Conseil du GIS Hybrida-IS, Groupement d'Intérêt Scientifique en Travail social

More Posts

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Groupe d’Ethnométhodologie et d’Analyse Conversationnelle de la Clusivité sociale